Faculdade de Medicina da UFRGS

A Formatura de 1936

Sarmento Leite falecera em 1935. O Prof. Frederico Falk o substituira como interino. O Gen. Flores da Cunha, presidia o Estado. O Professsor Blessmann eleito deputado estadual, presidia Assembléia. Vários médicos e professores eram deputados, inclusive o Dr. Oswaldo Hampe, clinicando em Antonio Prado, formado em 1915, era membro da assembléia. Flores em 1936 preparava algo, comprava armamento, e Vargas ja tinha na retina o Estado Novo. Os formandos de 1936 da Faculdade de Medicina, Odontologia e Pharmacia e a solenidade da formatura, onde muitos falavam, tanto representantes dos formandos, como os paraninfos. Flores era o convidado especial. Mas os formandos sofreram uma dissidencia, dividiram-se em dois grupos: não conseguimos saber exatamente o que aconteceu pela ruptura, os dissidentes alegaram não ter dinheiro para o smoking oficial, e se formariam pela manhã com um traje branco. Os outros a noite. Mas os paraninfos e os homenageados seriam os mesmos para os dois atos.A formatura pela manhã foi reservada aos parentes. O Prof.Frederico Falk aceitou a situação e presidiu as duas solenidades. Sabia-se que um dos dissidentes o doutorando Adolpho Pfeir Krebs, fora preso e torturado pelo governo estadual por motivos politicos. Os dissidentes eram: Alvarino Fontoura Marques, Arthur Ignacio do Prado, Adolpho Pfeir Krebs, Aristoteles Waltrick, Aparicio Almeida Maciel, Carlos Candal dos Santos, Carlos Osorio Lopes, Clovis Bopp, Darcy Farias Lima, Darcilio Garcia, Ernani Carvalho da Costa, Edmndo Olzewesky, Eugenio Adams, Flavio Pinheiro de Freitas, João da Silva Silveira Neto, Jose de Barros Falcão, Josue Pereira de Souza, Lesy Caravantes, Lauro Muller, Luiz Magalhães Vieira, Miguel Riet Correa, Mauricio Seligmann, Newton Azevedo, Pedro Falci, Romeu Mucillo, Saul Saldanha, Salvador Petrucci, Telmo Snell, Thomas Pereira, Ulrico Ambros, Vicente Martins Real, Victorio Velloso e Milton Costa (pharmacolando). Na cerimonia à noite, revestiu-se de toda a imponencia, o salão nobre da Faculdade de Medicina tornou-se pequeno pelo publico, parentes dos formandos, autoridades e os alunos que fizeram uma entrada vestidos com smokings. A mesa foi ocupada pelo Gen. Flores da Cunha, pelo diretor, pelo gen. Emilio Lucio Esteves cmt.da Região Militar e de varios professores, inclusive os tres paraninfos: Os professores Paula Esteves pelos doutorandos, Adalberto Pereira da Camara pelos odontolandos e Henrique de Oliveira pelos pharmacolandos. Tambem presentes os prof. Thomaz Mariante, Raymundo Vianna, Adayr Eiras de Araujo e Sarmento Barata. Tomou logo a palavra o Dr. Frederico Falk, diretor interino, explicando a solenidade daquele ato da formatura de jovens medicos, odondolandos e um pharmacolando. Foi chamado em seguida o Luiz Assumpção Osorio que havia defendido tese, embora não fosse mais obrigatoria como alguns anos se fazia. doutorando leu o "Juramento de Hipocrates" e os demais chamados repetiam "eu prometo" e recebiam anel do diretor e o diploma: Abrahão Carpilowsky, Aldo Silveiro Chaves, Alvaro B. Sant'Anna, Antonio F.S. Acioli, Antonio H.S.Luderitz, Apollo Correa Gomes, Antonio F. Casagrande, Armando Abreu Pinto, Caio Fontoura Escobar, Carlos Nunes Tiebohl, Ceciliano R. Teixeira, Cyro Soares Leães, Carson Teixeira Netto, Darcy G. Nogueira, Decio Pinto de Oliveira, Dinarte Ribeiro Netto, Edgardo Pereira Velho, Eurico S.P. Pinheiro, Floriano P. Machado, Francisco D. Ferreira Filho, Gabriel Tabbal, Gabriel M.T. de Moraes, Gaston Festugato, Gilberto Mangeon, Guilherme A.S. Soares, Helio B. Ferreira, Hermes Rodrigues, Homero de Macedo, Jairo Leandro, João Carlos Boeira, João Vargas Amaral, Jose Caldas Rodrigues, Jose F.P. de Moraes, Jose Moacyr Rib de Martins, Jose S. Antunes Filho, Lindolpho J. Dornelles, Luiz F. Assumpção Osorio, Luiz Matins Bastos, Luiz Muller Piracelli, Manoel Luiz Soares Pitrez, Mario Garrastazu Medici, Mario Jacinto Salis, Newton C,P. Degrazia, Nicolau F. Celiberto, Olavo Meira, Olecio Cavedini, Osmar Pilla, Oscar Vasconcellos Borges, Paulo Carvalho Ribeiro, Ruy Fortini, Rui dos Santos Lisboa, Saturnino J. Reis Velho, Syrio Martins Trois, Theodomiro A. Ferreira, Umberto Torelly Lubisco, Vanius Genio Lubisco, Viginio M. da Silveira, Walter Fernandes, Zeferino Bittencourt. Pharmacolandos: Erna M. Doehe, Ildefonso Trois Motta, Ruy Marques, Ruben Green R. Dantas. Odontolandos: Ney Rosa Brasil, Francisco Molinaro, Evandro Cintra Vidal. Apos foram entregues os premios Raul Leite e Carlos Chagas para o doutorando Gabriel Taball. Em seguida discursaram o doutorando Cicero Leães , e os paraninfos das tres categorias.
Nicanor \Letti - site: nicanor.letti@terra.com.br

Um comentário:

  1. Importante e muito significativo para a historia. Não devemos jamais esquecer o passado, pois é a partir daqueles acontecimentos que podemos melhorar o presente e programar o futuro.

    ResponderExcluir